Cachoeira recebe câmeras de segurança 24 horas

CÂMERAS SÃO INSTALADAS EM PONTOS ESTRATÉGICOS PARA REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE.

Alan Rocha Suzarte

A cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, será monitorado por câmeras de segurança 24 horas. Segundo o tenente Eliel Alves, responsável pelo 2° pelotão da 27ª Companhia Independente da Polícia Militar – CPR LESTE, o projeto será custeado com recursos do próprio município e será operacionalizado pela Polícia Militar com apoio dos guardas municipais.

As câmeras estão sendo instaladas nas entradas da cidade,  no centro, na orla e em alguns pontos estratégicos. A iniciativa pretende contribuir para preservar os prédios e monumentos históricos da cidade, a exemplo das igrejas. Deve auxiliar também o trabalho da polícia na prevenção de delitos contra o patrimônio e a população.

Para o tenente, as câmeras ainda estão em processo de instalação, e os equipamentos em fase de teste para analisar possíveis falhas em seu funcionamento.

Ele afirma que a primeira etapa de instalação consiste em vinte câmeras, mas até o momento apenas dezesseis foram instaladas, e o sistema ainda não está implementado de forma adequada. As pessoas responsáveis pelo monitoramento estão em processo de treinamento, entretanto, algumas informações relacionadas a esse assunto, como os locais em que serão instaladas e como será feito o monitoramento, por exemplo, não podem ser passadas por motivos estratégicos.

Segundo a moradora Bárbara Castro, que se diz satisfeita com a proposta das novas instalações, “O mais importante das câmeras é que elas possam ajudar a polícia a agir de forma proativa, reagindo antecipadamente e evitando que a ação delituosa aconteça”.

Está é, também, a opinião de Neto Souza,para quem as câmeras deverão reduzir a criminalidade.  “Eu acho realmente necessário a instalação. Já havia passado da hora, devido a tantos crimes que vem ocorrendo em nossa cidade”.

Desorganização

Ao visitar  a sala de monitoramento, onde já foram instaladas algumas câmeras, é possível notar  que o local não tem estrutura, é desorganizado, os equipamentos não tem um bom funcionamento  e, desde que chegaram, ainda não há ninguém capacitado para operacionaliza-los. Também não foi passada nenhuma informação para os policiais militares sobre as câmeras. Apenas colocaram em local inadequado, com fiação exposta, e  os policiais ainda dividem o mesmo ambiente para realizar outras atividades.

O projeto é uma iniciativa do município que vai agregar a tecnologia para facilitar ou auxiliar o trabalho policial. Isso não dispensará, entretanto, o trabalho dos policiais nas ruas. Também não adianta ampliar o número de câmeras para o monitoramento eletrônico se não houver um policial que possa ir até o local para combater o crime. O objetivo é aliar a tecnologia ao trabalho do policial em campo com a pretensão de reduzir o número de pequenos delitos. Enfim, são várias tecnologias que se agregam para melhorar o trabalho prestado ao cidadão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s